Profissão dublador - Todas as suas perguntas respondidas

Essa semana o tema é especial e querido, muito se fala nas vozes que fazem nossos personagens favoritos seja em animações ou filme...


Essa semana o tema é especial e querido, muito se fala nas vozes que fazem nossos personagens favoritos seja em animações ou filmes e séries. Por vezes esse amor é tão grande que alguns querem ingressar na área, porém sempre restam dúvidas sobre como, onde e diversas outras questões.

Pensando nisso convidamos o profissional Rafael Mello para dar uma luz ao tema respondendo algumas perguntas de aspirantes a dubladores e a Educadora de fotografia e design Lilian Stocco para falar sobre o mercado nacional!

Confira!

Entrevista: Rafael Mello

1-  Existe alguma voz/timbre ideal para a dublagem?

R: A dublagem necessita de uma voz limpa e clara.

Não existe um timbre ideal. Quanto mais diferencial e não comum a voz se revelar, melhor.

2 - Como é o "treino" de dublagem? Como se pratica?

R: Não há uma regra de treino na verdade.

Atualmente existem cursos ministrados por dubladores experientes mas no início da dublagem se realizava muitos estágios observando profissionais atuando. Somente a prática e muita observação e estudo vão te fazer ficar bom para dublar. As inflexões e o entendimento das expressões corporais te dão experiência para ficar cada vez mais íntimo da dublagem.

3 - Quais são as diferenças entre dublagem latino-americana para norte americana?

R: Não há diferença alguma.

Dublagem sempre será dublagem.

Muita gente acha que há diferença mas não há. No caso a única diferença que existe é que em filmes norte-americanos, como eles possuem um mercado cinematográfico intenso em desenhos animados como os da Disney, por exemplo, lá eles primeiro gravam as vozes para depois realizar as animações. Mas aí neste caso, já não é uma dublagem e sim uma atuação. Para que se duble é necessário acompanhar o trabalho já realizado por alguém, é necessário existir a reprodução do trabalho de outra pessoa e a tradução e adaptação do trabalho desta pessoa. O dublador não têm a liberdade total de criação.

4 - Como é feita a nacionalização para a dublagem?

R: A tradução do texto é sempre feita por profissionais do ramo da tradução, geralmente pessoas formadas em letras.

5 - Os dubladores(as) possuem algum tipo de liberdade artística? Como modificar um bordão de algum personagem para torná-lo mais "brasileiro" para nós?

R: O dublador não tem essa liberdade. Ele pode propor mas isso vai depender do cliente que encomendou a dublagem.

6 - O dublador sempre recebe o texto apenas na hora da gravação? 

R: Sim, não só o texto mas como também a cena é apenas no momento da gravação.

7 - O que significa "anéis por hora" na profissão?

R: Há muito tempo atrás a dublagem era realizada sem a possibilidade de erros em grandes salas de estúdio de cinema.

Naquela época eram colocados rolos de filmes que formavam anéis, ou seja, um pedaço de filme que ficava em loop repetindo-se a toda hora, e cada anel possuía 30 segundos. Geralmente se alugavam estas salas por hora e o ator deveria dublar durante esta hora estes 20 anéis. Assim, ficou estipulado que na dublagem o ator seria remunerado ao realizar o trabalho de 20 anéis por cada hora.

8 - Tem alguma sugestão para quem está começando na área?

R: Primeiramente, deve-se ser ator, ou seja, deve-se amar o teatro. Pois o dublador é um ator, ele atua.

Logo após, um curso de dublagem, hoje em dia é o mais indicado.

Não tive grandes trabalhos apesar de minha paixão pela dublagem acabei indo para realizar outros sonhos, porém enquanto estava atuando nos estúdios e estagiando e realizando testes, as maiores experiências que posso compartilhar é de ter conhecido grandes profissionais do ramo, me emocionava pois era muito fã das grandes vozes dos personagens de desenhos animados que eu gostava muito.

COMO INGRESSAR NA ÁREA


Antes de sair correndo atrás de um curso de teatro, seria interessante ingressar em um de dublagem por pelo menos um mês para ter contato com a profissão de dublador e certeza sobre sua escolha, é sempre bom experimentar.

Caso parta direto para a graduação, saiba que:  "É necessário ter DRT, que é o comprovante de que o curso de graduação em artes cênicas ou artes dramáticas (o que te coloca na posição de ator/atriz) já está concluído. Esse DRT pode ser retirado junto ao Ministério do Trabalho e Emprego e é pré-requisito obrigatório para quem quer fazer dublagem. Porém, até os catorze anos de idade não há exigências do registro profissional, pois não se caracteriza dublador de fato, contudo exige-se autorização expedida pela Vara da Infância e Juventude. Depois de adquirir o DRT, você pode tentar a profissão fazendo cursos de dublagem, que são muito oferecidos nas capitais, principalmente em São Paulo. Eles são profissionalizantes e contam com professores profissionais do ramo, famosos e reconhecidos." - Brasil Profissões

Algumas habilidades adquiridas nos cursos de dublagem:


  • Postura diante do microfone
  • Técnicas de respiração
  • Dicção
  • Interpretação e sincronismo labial  

MERCADO DE DUBLAGEM NO BRASIL


Em Pixel:  Como está o mercado atual para quem quer ingressar na área ou mesmo um profissional experiente? 

Lilian Stocco: O mercado atual de dublagem vem sofrendo bastante, pois as leis brasileiras não estão ajudando muito. Elas vem diminuindo cada vez mais a porcentagem de produções estrangeiras que devem ser dubladas. Mas por outro lado temos as produções de séries que estão virado febre na internet e TVs pagas, o que facilita um pouco a vida do dublador.

Além das leis que dificultam o crescimento da profissão, a qualidade da dublagem brasileira está cada vez mais baixa por falta de profissionais qualificados para assumir as vagas que aparecem. Temos também problemas das indicações de artistas famosos fazendo dublagem para ganhar mais audiência/público.

O nosso sindicato, não ajuda muito a vida dos dubladores, as taxas são sempre altas e o que acaba sobrando não é muito quando temos de emitir nota por um trabalho.

Para facilitar nossa vida temos os grupos de dublagem em português em países onde os impostos são menores (geralmente em países da América Latina) onde o produtor acaba enviando esses trabalhos para serem dublados em português fora do Brasil e assim o dinheiro não circula no país e os impostos são mais baratos. O filme já vem dublado.

Como temos poucos profissionais no mercado eles fecham grupos para conseguir garantir um fluxo de  trabalho adequado para sua sobrevivência, então é difícil entrar no mercado de dublagem.

CARREIRA

Para ser um profissional bem sucedido em qualquer área é preciso esforço e network.  Comece com um bom curso, seja teatro ou um especifico em dublagem, e não desista. Sempre tem espaço, mesmo onde a competição é acirrada.

Como disse a Lilian, falta no mercado pessoas qualificadas, com ótima formação e talento. Essa é a sua oportunidade! Dedique-se, conheça pessoas e construa sua carreira.

Se tiver mais dúvidas ou alguma informação, sugestão, elogio para compartilhar com os leitores deixe seu comentário :)

Espero que você tenha gostado, ao longo dos meses vamos falar da profissão animador, designer, artista, entre outros.

E ai, ficou com vontade de ingressar na carreira? 

Mais informações: Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do de São Paulo (SATED/SP)

fonte: http://www.brasilprofissoes.com.br/profissao/dublador/




MAYA

Se quiser saber mais sobre a autora, siga a: Instagram | Twitter | Pinterest | Behance |We Heart It

* Capa: Em Pixel

Você pode gostar também

0 comentários